Citologia em meio líquido: uma evolução do preventivo Papanicolau

                  Com o advento da Citologia em meio líquido, o exame preventivo obteve uma evolução significativa tanto da sensibilidade para a prevenção do câncer de colo de útero como também ampliou o espectro de doenças alcançadas com o exame preventivo.                  Muitos ginecologistas solicitam nos exames de rotina além da citologia ginecológica, exames complementares para o diagnóstico de doenças sexualmente transmissíveis, antes mesmo que desenvolvam sintomas. Com o advento da citologia em meio líquido uma das principais vantagens é a possibilidade da realização de testes moleculares para infecções como o HPV e Papanicolau clássico na mesma amostra.              Em um mesmo frasco é possível realizar, além do papanicolau, a pesquisa de: Chlamydia trachomatis; Trichomonas vaginalis; Neisseria gonorrhoeae; Mycoplasma genitalium; Ureaplasmas.                   Em pacientes sexualmente ativas, este exame pode agregar em muito ao diagnostico de doenças que podem passar sem sintomas, como a Chlamydia, que além da infecção vaginal, pode levar a quadros de inflamações articulares crônicas.                    Converse com a sua ginecologista sobre o exame preventivo completo. Agende o seu exame com regularidade. Não deixe o câncer de útero te pegar de surpresa! Dra Helena Duarte, dra Rosana Drable, Dra Veronica Barbosa. Equipe de ginecologia do CMF.