A importância da vacinação antipneumocócica

A importância da vacinação antipneumocócica

Em 2016 o Ministério da Saúde acrescentou no calendário obrigatório de vacinação infantil, a vacina antipneumocócica, com no mínimo de duas a três doses no primeiro ano de vida, e com um reforço com 12 meses de vida. Iso significa dizer que qualquer indivíduo que nasceu antes de 2016 não recebeu esta vacina de rotina, sendo portanto necessário que se complete o calendário com esta vacina. 

A vacina antipneumocócica está disponível na rede publica com 10 antigenos(VAP10), e na rede privada co, 13 antígenos (VAP 13), e portanto mais completa. O reforço para o adulto é feito com a VAP 23, com maior número de antígenos mas só serve para reforço. Quem já tomou a VAP10 pode usar a VAP 13, e quem já usou a VAP 23 deve aguardar de 6 a 12 meses para tomar a VAP 13.

A vacina antipneumocócica pode ser utilizada em qualquer momento da vida, e confere imunidade duradoura contra a bactéria Streptococcus pneumoniae, que é o agente causador mais frequente da pneumonia em qualquer idade, assim como também otites e meningites. Possui poucas reações, eventualmente dor no local da aplicação ou febre baixa, que tendem a regredir espontaneamente, em cerca de 48 horas. 

Esta vacina pode ser aplicada no mesmo dia que a vacina da gripe e amplia a proteção das vias respiratórias para diversas infecções, mas vale o alerta: não protege contra o Coronavírus. 

Verifiquem a carteira de vacinação. Cas não tenham feito ainda esta vacina, procurem o posto de saúde ou uma clínica de vacinação.

Dra Selma Merenlender

CRM 5248425-2

Diretora Técnica,

 Imunofluminense Vacinas e Imunobiológicos

RJ 6 abril 2020.