Dicas para Parar de Fumar

Você é fumante e quer parar de fumar?

 

Separamos algumas dicas que podem te ajudar no processo.

 

Confira a seguir:

 

1 – Tenha determinação: é preciso desejar parar de fumar;

 

2 – Marque um dia para parar de fumar: Busque ajuda de profissionais de saúde, através de terapia multidisciplinar;

 

3 – Corte gatilhos do fumo (bebida alcoólica, café , contato com outros fumantes, etc);

 

4 – Escolha um método: parar de uma vez ou aos poucos. Isso depende do indivíduo, mas caso opte por deixar o cigarro de forma gradual, o tempo não deve ser longo e o foco deve ser a interrupção total do tabagismo;

 

5 – Encontre substitutos saudáveis: o fumante deve aprender a reconhecer os “gatilhos” que disparam a vontade de fumar e se afastar deles. A prática de atividade física e exercícios respiratórios são grandes aliados, melhorando a disposição física, respiração e qualidade do sono.. Alguns substitutos saudáveis e de baixa caloria, podem ajudar, como água gelada, palitos de cenoura crua, água de coco, frutas geladas picadas, cristais de gengibre, pequenos cubos de gelo e picolés de frutas;

 

6 – Livre-se de lembranças do cigarro: cinzeiros, mude a arrumação da casa, modificações pequenas na rotina, deixar o cigarro longe,registrar o tempo entre um cigarro e outro para ir aumentando e observar o que te leva a fumar;

 

7 – Encontre apoio de amigos e familiares: a responsabilidade de deixar o cigarro é do fumante, pois só ele pode decidir parar de fumar, mas o apoio de amigos e familiares é importante no processo e não deve ser pressão ou crítica. Para ajudar, basta levar um copo d’água gelado, uma fruta, convidar para um passeio. A cobrança não é produtiva e pode até causar irritação, dificultando o processo;

 

8 – Escolha a melhor alimentação: bebidas não alcoólicas geladas, frutas picadas, picolés de baixa caloria, principalmente de frutas, água de coco em cubos de gelos, cenoura crua, aipo ou rabanete cortado em palitinhos, mastigar cravos e cristais de gengibre e beber bastante água. O café e álcool são gatilhos, devendo ser evitados;

 

9 – Procure apoio médico: o tratamento do tabagismo é oferecido gratuitamente pelo SUS por algumas Unidades básicas de saúde e hospitais, sendo o atendimento especializado, com equipe multidisciplinar, como médico pneumologista e psiquiatra, psicólogo, enfermeiro, fisioterapeuta, dentista, nutricionista, etc. Os Seguros Saúde também já estão oferecendo o tratamento anti tabagismo, através das clínicas de Oncologia. Muitas vezes, são necessários medicamentos para ajudar no processo, que jamais devem ser usados sem indicação médica.

 

 

Sendo assim, tenha consciência de que parar de fumar demanda tempo e determinação. O fumante precisa estar engajado, prestar atenção nos gatilhos que o levam a fumar e se afastar deles, encontrar substitutos saudáveis e procurar ajuda profissional.

 

 

Dra. Marcia Martin – Pneumologista

CRM 5253691-1