Zika vírus e manifestações do Sistema nervoso

Desde o início de Janeiro de 2016, o Hospital Universitário Antonio Pedro notificou 16 casos de Síndrome de Guillain-Barré, possivelmente relacionadas a infecção pelo Zika vírus. Esta síndrome é uma complicação rara de infecções virais e bacterianas, doenças de auto-imunidade, mas também pode ocorrer isoladamente. Os sintomas iniciais são muito inespecíficos, pois começam com formigamentos a partir dos pês, e dores, que vão subindo gradativamente pelo corpo, acompanhado da falta de sensibilidade nas pernas, e uma paralisia verdadeira dos músculos das pernas. Esta paralisia pode subir até os músculos responsáveis pela respiração, e paralisa-la. Assim, esta Síndrome é muito grave, e uma vez feito o diagnóstico, o paciente precisa ficar internado pelo risco de morte. Felizmente já existem tratamentos que salvam a vida, como pulsoterapia de cortisona intravenosa, Imunoglobulina intravenosa, e alguns medicamentos da nova classe dos Imunobiológicos vem sendo utilizados com sucesso. E ainda um procedimento semelhante a diálise para a insuficiência renal, conhecido como Plasmaferese, que funciona como uma filtração ou lavagem do sangue, pode ser utilizado em associação aos demais tratamentos.

A paralisia causada nas pernas pela Síndrome de Guillain-Barré, é na maioria das vezes plenamente reversível, podendo durar de semanas até anos, mas com boa resposta ao tratamento de fisioterapia.

Uma ilustre figura da Jovem Guarda, o cantor e apresentador Ronnie Von, apresentou esta doença na década de 70, com plena recuperação da força das pernas, em menos de um ano. Ele passou por um sofrimento terrível, que hoje em dia teria sido abreviado pelos novos tratamentos disponíveis.

Mas fique atento, pois esta complicação não ocorre enquanto a infecção da Zika está ativa, ou seja, não vem durante o período de febre ou vermelhão no corpo – ela ocorre geralmente três a 4 semanas após a Zika. Sempre que houver suspeita, procure urgentemente assistência médica.

Por Selma Merenlender

CRM 5248425-2.

RJ 25 de fevereiro de 2016.

Link da entrevista de 1979…no fantástico.